Insetos amigos das orquídeas 

         No meio ambiente todos os seres vivem em equilibrio ecológico, impedindo que determinado ser se estabeleça como praga à ponte de extinguir uma cultura. 

         Infelizmente em nosso cultivo temos muita dificuldade em manter esse equilíbrio. Quando se fa uma aplicação de inseticida, não só os insetos que são pragas são afetados, mas também aqueles que muitas vezes se alimentariam da praga ajudando a proteger as nossas orquídeas.  Pior, muitas vezes essas espécies benéficas são mais afetadas pelos nossos defensivos que as proprias pragas, de modo que tempos depois as pragas reinam livremente em nossa cultura. 

         Pretendemos aqui conhecer várias espécies que são nossos colaboradores no cultivo

1 - JOANINHAS (Coccinellidae)

        Folcloricamente, estes são os insetos mais simpáticos de todo jardim, mas não podemos confundir as joaninhas com as terríveis vaquinhas ou diabróticas que nos causam grandes prejuízos (veja na sessão de pragas). 

        A principal forma de diferenciá-las é de acordo com o tamanho do corpo: joaninhas tem o corpo aredondado e as diabróticas tem o corpo em formato oval. 

        Além de bonitas, as joaninhas são grandes devoradoras de pragas; tanto a larva como a forma adulta. 

2 - TESOURINHAS (Dermápteros)

A ordem dos Dermápteros, popularmente conhecida como tesourinhas, é composta por insetos predadores com mais 1800 espécies distribuídas ao redor de todo o mundo. 

Sua grande capacidade predatória tem os destacado no uso como agentes de controle biológico, tendo grande preferencia por se alimentarem de pulgões, lagartas e mesmo besouros.  

3 - VESPAS PARASITAS

São assim chamadas porque colocam os seus ovos no corpo de outro inseto, onde se desenvolvem consumindo e matando o mesmo. Desta forma são úteis no controle de muitos insetos que atacam as orquídeas. 

4 - Crisopídeos

        São popularmente conhecidos como "Bicho lixeiro.  São pequenso insetos normalmente esverdeados com asas transparentes de aparencia muito frágil. Normalmente voam ao anoitecer. Colocam seus ovos nas plantas, mas as suas larvas não se importam com os vegetais, são na verdade grandes devoradores de outros insetos. 

        Estas larvas tem ainda um habito curioso: cobrir o proprio corpo com o restos dos insetos que devoram,  parecendo que os corpo esta coberto de lixo, daí o nome de bicos-licheiro. 

5 - ARANHAS

        Com mais de 30 mil espécies espalhadas pelo mundo, as aranhas são outro bichinho que muita gente não pode nem ouvir falar.  Espertas e grandes caçadoras, são muitas vezes injustiçadas pelo homem, uma vez que raramente alguém picado por aranhas, e que receba tratamento, chegará a morte. 

        Mas a cultura já esta posta é não tenho aqui o objetivo de desmenti-la, mas de acrescentar que são grandes devoradoras de insetos que podem se tornar pragas em nosso orquidário. 

6 - Syrphidae Sp. 

 

        Moscas popularmente também conhecidas como "Dedinho" ou "Mosca das flores. Na sua fase adulta se alimentam de néctar e polem das flores (o que não representa prejuízo algum). 

        A fase predatória fica por conta das larvas, que se alimentam principalmente de pulões e tripes. 

7 - Vespas predadoras

        A maioria das pessoas quando ouve falar de vespas já desperta a instinto de matá-las.  De alguma forma, esse instinto se justifica devido a suas agressividade. Mas é jsutamente essa agressividade que as torna tão útil para nós. É essa mesmas voracidade que usam para atacar e devoras muitos insetos que são pragas em nosso orquidário. 

        As vespas não nos atacam porque estamos no cardapio delas, longe disso, é um mero instinto de defender os seus filhotes, no melhor estilo que uma mãe proteje os seus filhos. 

        Talvez a melhor forma de de caracterizar o ataque que elas nos fazem, seja um efeito colateral de termos elas como aliadas em nossa cultura. 

    São diversos os gêneros que são muito úteis para nós: Brachygastra, Mischocyttarus, Polistes, Polybia, Protonectarina, Protopolybia, entre outras.

          A figura anexa, mostra diversas imagens que podem ser bem familiares, todas de gêneros de vespas que são impiedosas com as pragas em seu orquidário. 

8 - Louva - Deus

        Existem mais de 2400 especies desse simpático inseto, mas não se engane, por trás de sua aparência pacífica (como se estivesse orando) se esconde um grande predador de emboscada, o que é facilitado pela facilidade que tem em se camuflar na vegetação. 

São predadores que não tem veneno e se valem das fortes garras para agarrar as presas e devorá-las (moscas, abelhas, gafanhotos, cigarras, etc.)

        Para se ter uma idéia de como não se deve deixar levar pelas aparências, no acasalamento, o macho serve de alimento para "sua amada". A fêmea agarra seu companheiro pelo pescoço, arranca e come sua cabeça. Curiosamente, o "resto" do corpo do macho continua atuando para terminar a fecundação da fêmea - uma incrível realidade. Terminadas as "núpcias", a fêmea esconde-se entre as folhas e vai "rezar"

9 - Percevejos (hemípteros)

      Existem diversas espécies de percevejos, que podem ser classificados de acordo ocm os seus hábitos alimentares: micetófagos (comem fungos); algófagos (comem algas); fitófagos (comem vegetais); predadores (alimentam-se de insetos); hematófagos (sugam o sangue de vertebrados).

    Para a defesa de nossas orquideas interessam principalmente os predadores.  Esses alimentam-se de outros insetos, sugando sua hemolinfa, contribindo para o equilíbrio populacional das pragas, reduzindo assim, a necessidade de inseticidas. Como exemplo do grupo, podem-se citar espécies das famílias Pentatomidae (Alcaeorrhynchus grandis, Podisus sp.), Nabidae (Nabis sp.), Reduvidae (Zelus leucogrammus; Apiomerus nigrilobus - predador de abelhas; Opistacidius sp. - predador de barbeiros), Lygaeidae (Geocoris sp.), Anthocoridae (Orius spp).  Veja no quasdro ao lado imagens de percevejos predadores. 

10 - Libélula

        As libélulas são mais uma das prepresentantes do insetos  de aparência fofinha e romantica que passeiam pelo nosso jardim, mas são na verdade grandes caçadoras que se usam de sua apurada visão de 360 graus para abocanhar suas presas, podendo comer até 600 mosquitos num único dia.

        Mas a fase predatória nao se restringe à fase adulta.  Na fase de larva vive dentro da água, quando já mostra todas a sua agressividade, comendo até mesmo girinos e pequenos peixes. 

        Com essa fome toda, eu tenho certeza que voce vai querer algumas delas passeando rotineiramente pelo seu orquidário.

  • Facebook Social Icon

© 2020 Portal do orquidófilo

administrado por MARCELO ZAGER

Visitas